G.R.E.S. PÉROLA NEGRA

Ficha técnica

Nome Oficial: Grêmio Recreativo  Escola de Samba Pérola Negra

Data de Fundação: 07/08/1973

Cores: Vermelho, Preto, Azul e Branco

Símbolo: Pérola Negra

Endereço: Rua Girassol, 51

Presidente: Geraldo Bezerra (DINHO)

Vice Presidente: EM BREVE

Carnavalesco: Anselmo Brito

Intérprete: Juninho Branco

1º Casal de Mestre Sala e Porta Bandeira: Everson Sena e Gisa Camillo

Mestre de Bateria: Adamastor

Diretor de Harmonia: Marcos (MARCÃO) e Marcos Bargas (Phill)

Coreógrafo Comissão de Frente: Oyama Queiroz

Site: http://www.gresperolanegra.com.br

HISTÓRIA

Do sonho e da união de sambistas do G.R. Escola de Samba Acadêmicos de Vila Madalena e Bloco Boca das Bruxas surge em 07 de Agosto de 1973 a Escola de Samba "Pérola Negra" adotando as cores vermelho, preto, azul e branco como oficiais. O nome surgiu da visão de seus fundadores por ser a Pérola Negra uma joia rara, usando a alusão de "A Joia Rara do Samba". Outra versão é que seu nome é sugestão de seu fundador, que observava uma garrafa da cerveja Pérola Negra.

Sua estreia no Carnaval paulistano ocorreu no ano de 1974, levando para a avenida São João o tema enredo "Piolim, Alegria Circo História", resultado: Pérola Negra campeã do Grupo III. Com esse resultado surpreendente, pessoas ainda indecisas resolveram aderir ao projeto e no Carnaval de 1975, quando contagiaram a avenida com o enredo "A São Paulo de Adoniran", o resultado não poderia ser outro e a escola de samba foi campeã do Grupo II. Em 1976 com o enredo "Portinari, Pintor do Povo", passou a fazer parte da elite do Carnaval paulistano, tornando-se a "coqueluche" do momento.

Desde então, o Pérola Negra teve diversos momentos inesquecíveis de glórias, alguns muito felizes e outros nem tanto, mas sem perder a paixão pelo samba que é a alegria da escola, como diz o hino da agremiação, composto pelo poeta Pasquale Nigro, compositor e um dos idealizadores do Pérola Negra - morador da tão singular comunidade da Vila Madalena e ainda ativo nos assuntos da escola.

O Pérola Negra tem sua origem na Vila Madalena, o bairro mais boêmio da capital paulista e com uma história cultural fantástica. Atualmente a escola agrega diversos públicos de diferentes regiões da cidade, principalmente da zona Oeste e alguns municípios da Grande São Paulo.

A escola esteve pela primeira vez no Grupo Especial em 1976, quando ficou ininterruptamente até 1981. As outras participações se deram em 83, 90, 96, 01 e em 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012 e 2014. Em 2015 o Pérola Negra foi vice-campeão do Grupo de Acesso, retornando a elite paulistana das Escola de Samba em 2016.

 

Fonte: Site da escola