Quarta Edição - Maio de 2006

Cerimônia de Entrega dos Troféus do Prêmio Melhor do Acesso – Edição 2006

 

Pela segunda vez, o Prêmio Melhor do Acesso – SASP, agora em sua quarta edição, foi realizado na quadra da Sociedade Rosas de Ouro. E mais uma vez várias personalidades do mundo do samba estiveram presentes para esta festa.

 

A noite foi aberta pelo grupo Soa Natural, que mostrou o seu samba de raiz. A seguir, a bateria do G. R. E. S. U. Imperial entrou na quadra da Roseira. O convite à Imperial, vice-campeã do grupo 1 da UESP, foi uma maneira de dar as boas vindas a agremiação presidida por Valdevino Batista da Silva, o Mestre Divino, um dos maiores diretores de bateria da história do carnaval paulistano. Também recebeu as boas vindas a diretoria do G. R. C. C. Flor de Liz da Zona Sul, campeã do grupo 1 UESP. Primeiro o intérprete da Roseira, Darlan, cantou “A Biografia do Samba” e os intérpretes das campeãs da UESP mandaram os sambas de suas escolas.

 

Osvaldinho da Cuíca recebeu homenagem especial por tudo o que representa para o samba de São Paulo. Também cantou algumas de suas composições, tocou o hino nacional na cuíca e mandou o samba de 1988 do G. R. C. S. E. S. Vai Vai, que é de sua autoria, para delírio dos sambistas presentes.

 

A bateria do S. R. C. S. E. B. F. S. Barroca Zona Sul, sob o comando de Mestre Thiago, entrou para que a festa tivesse continuidade. Alguns sambas da escola foram cantados, e os prêmios começaram a ser distribuídos para os ganhadores. Cada escola premiada levou seu time de canto para dar seu recado com o samba do carnaval 2006. Outro sambista ilustre que nesta noite recebeu homenagem especial por sua obra no samba, foi o intérprete Juscelino, que cantou sambas de escolas que defendeu, como G. R. E. S. União Independente de Vila Prudente, G. R. C. E. S. Mocidade Alegre e A. C. S. E. S. M. Camisa Verde e Branco.

 

Após o S. R. C. S. E. B. F. S. Barroca Zona Sul apresentou-se a bateria da S. E. S. Imperador do Ipiranga, que naquele ano foi a grande vencedora grupo de acesso e conquistou o maior número de prêmios. A outra escola que ascendeu ao grupo especial, G. R. E. S. Pérola Negra, compareceu ao palco antes para receber os seus quatro prêmios. O encerramento da festa ficou por conta do time de canto e bateria da S. E. S. Imperador do Ipiranga, com diversos sambas enredo de sua história, e que em 2006 se tornou a maior vencedora da história do grupo de acesso da cidade de São Paulo.

Veja todas as fotos desta edição em nossa galeria AQUI