Quinta Edição - Maio de 2007

Cerimônia de Entrega dos Troféus do Prêmio Melhor do Acesso – Edição 2007

 

Após reestruturação administrativa, o agora Prêmio Melhor do Acesso – Gilberto Farias (In Memoria), em sua quinta edição, foi realizado na quadra da A. C. S. E. S. M. Camisa Verde e Branco, e como não podia deixar de ser, novamente várias personalidades do mundo do samba estiveram presentes.

 

Mais uma vez o evento foi aberto pelo grupo Soa Natural, que mostrou o verdadeiro samba de raiz, e os mestres de cerimônia foram os sambistas e repórteres Dalton Ferreira e Fernanda Oliveira. Na sequência, a bateria do G. R. E. S. U. Imperial adentrou a quadra da Verde e Branco da Barra Funda para incendiar a festa. Após, o intérprete da A. C. S. E. S. M. Camisa Verde e Branco, Celson Mody, cantou “A Biografia do Samba”, e assim, sequencialmente os intérpretes das agremiações mandaram os sambas de suas escolas.

 

A bateria do G. R. E. S. U. Imperial , sob o comando do ilustríssimo Mestre Divino, abriu alas para a conhecida “furiosa”, sob o comando de Mestre Neno, para que a festa tivesse continuidade. Assim, a distribuição dos prêmios para os ganhadores foi continuada, e cada escola premiada levou seu time de canto para dar o seu recado com o samba do carnaval 2007.

 

Logo, o samba tomou conta da sede da A. C. S. E. S. M. Camisa Verde e Branco, que conquistou o maior número de prêmios, e que por sinal ascendeu ao grupo de especial.  A outra escola que ascendeu ao chamado grupo de elite, o G. R. C. E. S. Gaviões da Fiel, compareceu ao palco, cantou o samba enredo daquele ano, e aproveitou aquele momento para prestar homenagem a sua madrinha A. C. S. E. S. M. Camisa Verde e Branco. O encerramento da festa ficou por conta do time de canto e bateria da irradiante Camisa Verde e Branco, com diversos sambas enredo de sua história, que em 2006 perdeu um de seus fiéis amantes, nossa estrela maior Gilberto Farias, o Giba.

Veja todas as fotos desta edição em nossa galeria AQUI