GRUPO DE ACESSO 1

Mocidade Unida da Mooca  Samba Enredo 2019

Composição: Dom Marcos / Gui Cruz / Luciano Rosa / Marçal / Minuettos / Portuga / Reinaldo / Vitor Gabrie

Ooo tem kizomba no terreiro
Ooo salve o samba verdadeiro
Sou raiz de gente bamba e não vou negar
A mooca é o meu lugar!

A luz do candeeiro alumiou
Me faço um griot aos pés de um baobá

Sou eu quem chora o açoite
Na sombra da noite, quem singra o mar

São tantos sonhos a beira do cais
Tantas lembranças dos meus ancestrais
Marcando as tramas que a vida me deu
Herança que não se perdeu
Um fio de esperança enfim renascerá
Ao som de aguerês e alujás

Pirapora ê Pirapora
A romaria bom Jesus abençoou
Tem jongo, tem batuque até o dia clarear
Lerê lerê escondido da sinhá

Retalhos se encontram no infinito
Rio a baixo vai seguindo a procissão
Bem mais que preto, verde e branco ou colorido
Eu vejo o mundo no estandarte de um cordão
Saudade se traduz em poesia
Num lindo pavilhão a tremular
És a bandeira do samba, manto sagrado
A ti vou me curvar

BARROCA ZONA SUL Samba Enredo  2019

 

Composição: André Valencio / Jairo Roizen / Marcos Thiago e Acerola de Angola / Morganti / Pixulé / Robson Cezar / Sukata / Tubino Meiners

É xirê, é xirê, kolofé, saravá
Quem manda na aldeia é meu orixá
Barroca, nosso caso de amor
A faculdade do samba chegou

Negra, a cor de quem sofreu a injustiça
A fé quebrou a crueldade das correntes
Filho d’yemanjá e oxalá
Oxóssi caçador se faz presente
Laroyê, os caminhos vão se abrir
Da lágrima que corre um santo a surgir
Os segredos vão se revelar
Vem da jurema, natureza imponente
Das mãos de ogum o seu ofá
Logun-edé espalhou a sua herança
Nos ventos de yansã a esperança

Ê, caboclo ê
Dono da mata à luz do luar
Caboclo ê, odé odé
Dono da mata, rei de ketu ele é

Salve a sabedoria
A força emana a nossa raiz
Legado de humanidade
Da tua vontade eu sou aprendiz
Então, no dia vinte de janeiro
Ao celebrar meu padroeiro
Oferendas vou levar
Barroca, segue a madrinha em sua procissão
Vestida em verde e rosa
Cantando forte em devoção
Do samba, a flecha certeira
Iluminando meu caminho especial
Eu bato o tambor, okê okê arô

Leandro de Itaquera

Samba Enredo 2019

Composição: André Filosofia / André Valencio / Evandro Malandro / Jairo / Meiners / Morganti / Robson Cezar / Sukata / Tubino / Wilson Bizzar.

Sou eu do berço africano
Aprisionado um grande sonhador
Na prece, um clamor por liberdade
A tribo me acolheu-me abraçou
Uma história de amor floresce
No ventre de Jacirendy, meu legado
E o cafuzo nascido na canoa
No ritual, Ubatuba batizado
Presente de Tupã, união das raças
Pela natureza abençoado

Filho da mata curador ôôô
Um forte caçador
É madrugada, é lua cheia
Valentia para os índios da aldeia

E assim sua missão se revelou
Nos passos da fé caminhou
Ensinou a tolerar e respeitar
Fez a igualdade se perpetuar
Ao som do batuque, louvor e saudade
Raiz africana, ancestralidade
E o céu então recebe o mensageiro
Nos braços de oxalá e da umbanda
Alma que reside em Aruanda
Guerreiro de luz, Itaquera te chama
Okê caboclo Ubatuba, hoje o seu axé emana!

É a fé que reluz no olhar
A tribo Leandro ecoando seu tambor
Vermelho e branco é bravura
E a zona leste a cantar
A força que vem do amor!

Unidos do Peruche

Samba Enredo 2019

Composição: Arnaldo Luz / Douglas Chocolate / Juliano / Marcio Zanato / Paulinho Sorriso / Thiago De Xango / Tio Do

 

Essa noite tem magia
O meu povo vai cantar
Manda embora o preconceito
Os grilhões vão se quebrar
E dá licença que chegou a filial
Perucheana é tradição do carnaval

Embala eu, embala
Ventre da vida, terra mãe dos ancestrais

Embala eu, embala
Peruche é África, é odara
Sente a força que emana
O som do tambor é quem chama
Segredos, rituais
Na arte em recriar a criação
Tornou-se império com a riqueza desse chão
Bendito é o fruto dessa negra evolução

Mar de lamento, lembrança de outrora
É forte a fibra de uma nação
Lança ao mundo a beleza em teus dons
Reflete o brilho de seus vários tons

Clama pra tia Ciata!
Corre! Socorre meu samba!
Não deixa o samba morrer
No terreiro tem batuque e candomblé
Filho de orixá o negro é
Há de reinar um novo olhar
À iluminar a consciência
Somos a semente do amor
Que não tem raça e não tem cor
África!

Independente Tricolor Samba Enredo 2019

Composição: Dom Junior / Fabiano Melodia / Formiga / Rafael Pinah.

Renasce das cinzas
Meu grande amor de carnaval
Independente é paixão
Sentimentos movidos por um ideal

No ritmo forte do samba
Desperta um romance de bambas
Boêmio, poeta e amante
Aquele que chamam de Dante
Se apaixonou pela cabrocha Beatriz
Um dia, cometeu a traição
Partiu a dona do seu coração
Que foi morar no infinito
Perdido na selva de desilusão
Recebe um amparo de luz
O guardião que o destino conduz

Foi o rei da malandragem quem surgiu
Os caminhos da viagem, ele abriu
Em cada ponto que se fez presente
Guiou os passos na linha de frente

No reino infernal da folia
A corte caiu na orgia
Relembra o pecado vivido
O viajante arrependido
Em uma barca celestial
Buscando a purificação
Cruzou um cenário de redenção
Encontrou sua doce amada
Consagrado por ela, se encantou
Eternizado, o paraíso alcançou

Nenê de Vila Matilde

Samba Enredo 2019

Composição: Fran da Vila / Kaska / Leo Do Cavaco / Luis Mancha / Maradona / Rafa Do Cavaco / Silas Augusto / TURKO / Vitão / Zé Paulo Sierra.

Salve o manto azul e branco
Salve a santa, salve ela
Vila Matilde hoje é Portela
É o lado leste cantando assim
A majestade do samba chegou

Abre a roda, vem pra cá seu Nenê
Relembrar os antigos carnavais
Sou Paulo Benjamim de Oliveira
Da jaqueira floresceram tantos imortais
Em Oswaldo cruz e Madureira
Nasceu minha águia altaneira
Nas bênçãos de oranian eu vou
Oxóssi oke oke arô
Orayê yeo mamãe oxum
É clara guerreira lá vem trovoada
Ilu ayê ilu ayê odara

Sou eu sou eu a campeã do carnaval
22 vezes deu a águia de natal
Cantei a Amazônia, chorei na avenida
Um rio que passou em minha vida

Amigo Paulo me inspirei no teu azul
Sou o cacique desse povo matildense
O canto da senzala ecoou
Chica da silva encantou toda essa gente
Rodei a baiana fiz o samba aplaudir
Do largo do peixe a Sapucaí
Narciso eu sou, o negro é amor
Voei nas asas do ziriguidum
O meu quilombo é sagrado
Batuque de bamba, 11 vezes coroado

Camisa Verde e Branco

Samba Enredo 2019

 

Compositores: Leonardo Trindade, Marcio Keleque, Thiago de Xangô, Junior Berin, Rafa do Cavaco, Marcos Vinícius, Lucas Donato, Gabriel Sorriso e Biel.

Orin! Orin! Uma viagem sem fim
A Barra Funda, está em festa!
Camisa Verde chegou, manda a tristeza pra lá
Aqui é o meu lugar!

No coração da África brilhou
Histórias de um menino sonhador
O tambor anuncia o Rei felino
Nasce pra cumprir o seu destino
Ensinar o mundo que viver é aprender
A paixão supera o preconceito
Transforma a Fera em seu amor
Um beijo de esperança para vida
É um milagre!
A princesa adormecida despertou

Vejo o mundo mais bonito
Do tapete voador!
Rouba o nobre, dá ao pobre
É vilão ou salvador?

No castelo de gelo, a força do encanto
Faz o corpo arrepiar
O sino que toca ao longe
Esconde a tristeza no olhar
Sonhar é a receita que o chefe ensinou
Na vida tudo pode acontecer
A beleza está nos olhos de quem vê
Verde! Verde que te quero todo dia
Nosso faz de conta vai além
O meu personagem é negro também!

Pérola Negra

Samba Enredo 2019

 

Composição: Celsinho Mody / Filosofia Nando / Jadson Fraga / Jairo Roizen / Meiners / Tavares / Thiago Sukata / Tubino / Valêncio.

Ao despertar
Reflete a luz sagrada de Orunmilá
É o poder da criação
A magia de Yamim Oxorongá
Mãe, raiz ancestral, força do meu ritual
A vida é sua responsabilidade
Então, abençoa o meu chão
Das Savanas e da natureza livre
Berço da humanidade
De guerreiras capazes de preservar
O Baobá, a coragem pra enfrentar
Guerreiras, rainhas, a soberania
A vontade de provar o seu lugar

Ôôô, é canto, é ginga
Ôôô, é o toque do meu tambor
Quem traz na pele a valentia para defender
A jóia rara faz o sonho acontecer

Mares de dor e lamento
O sofrimento nas águas de Iemanjá
É hora de plantar a liberdade
Guardar a saudade e lavourar
Ao mudar o tom, ensinar a ser feliz
A voz, a expressão, o seu saber
Ver a arte florescer
Pérola, a fé no encanto dos seus orixás
Dos seus terreiros e dos ideais
Do samba verdadeiro
Negra é resistência contra intolerância
É igualdade e esperança
Exemplo para o mundo inteiro

Acorrentar o preconceito
E ver brilhar o sol de um novo dia
Acreditar no amor, sempre vale a pena
Vai ter quizomba na Vila Madalena